Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

foi assim que escolhi

foi assim que escolhi

Ultimamente gosto mais de acordar!

Estas duas semanas têm sido especiais. Já há 6 meses que o F. vive longe de nós por causa do novo projeto. Como está de férias as coisas estão um pouco anormais lá por casa. Ficamos acordados até tarde. Mimos para todos. Lareira acesa desde cedo. Brinquedos espalhados pela sala. Enfim! Uma série de coisas que saíram da rotina mas que nos faz muito bem. 

Eu estou a trabalhar mas com uma série de tolerâncias que encurtam a semana de trabalho, a coisa fica mais fácil.

Acordar com ele ao meu lado, e saber que na noite seguinte a coisa se vai repetir, é tudo mais mágico. 

E pronto, só queria partilhar isso com vocês!!!!

Fiquem bem, 

 

publicado às 10:47

Fim de ano... Resoluções para o ano de 2016!

Se existe ano que desejo que termine , é mesmo este de 2015.

Não que tenha tido durante todo o ano este sentimento. Mas nos ultimos meses as coisas não têm corrido muito bem em termos profissionais e, como quase sempre acontece, generalizamos para o ano todo. Sendo assim, preciso mesmo de ganhar coragem para ter as minhas resoluções para 2016 pois preciso mesmo de inverter esta minha má aura. Sendo assim, e porque no dia 31 não trabalho irei dedicar uma boa parte do meu dia a fazer um balanço do que correu mal durante este ano e a evitar que aconteça no ano que aí vem. 

A minha familia, e principalmente os meus filhos merecem isso mais do que tudo.

P.s. - Ainda não contei ao meu marido da existência deste blogue. Não sei como ele vai reagir e se vai gostar da ideia.

Vamos lá deixar passar mais algum tempo e depois logo vemos.

Fiquem bem

Até já, 

 

publicado às 16:51

Obidos Vila Natal!

Olá Olá!

A prendinha de Natal de todos nós para o F. foi um fim de semana em óbidos. Aproveitamos o fim de semana e fomos até lá. O meu filho S. ia todo contente o J. também estava pois estava em familia. Na viagem para lá passamos por Aveiro e Coimbra. Andamos de barco e visitamos o Portugal dos Pequenitos. Muito giro e os meninos andavam todos contentes. Aproveitamos a restante viagem para que eles dormissem e lá fomos para o destino final. 

Quando lá chegamos já se fazia tarde para visitar a Vila Natal, como tal essa seria a nossa primeira tarefa no dia seguinte. Saímos para jantar e depois dormimos todos muito bem no mesmo quartinho (com o nosso bibe mais pequeno no nossos meio).

Na Vila Natal foi uma pequena desilusão. Primeiro porque achei o espaço um pouco pequeno para o que se fala. Segundo porque a maioria dos divertimentos são pagos. Tudo bem que se trata de um valor simbólico, mas não deixa de se pagar. Para quem tem dois filhos a coisa já começa a pesar. Acredito que hajam muitos custos associados ao evento, mas a quantidade de gente que entra naquela aventura paga e sobra o investimento que está lá. Algum desse investimento só é feito uma vez, na altura da aquisição.

Desculpem mas é o meu ponto de vista. 

De qualquer das formas visitei, e não estou arrependida. Caso o evento não me tenha preenchido o coração, acreditem que o tempo com a minha familia toda junta foi marvilhoso e nada neste mundo compensa isso.

Fiquem bem, 

 

Até já, 

 

publicado às 16:26

Palavras mais pesquisadas_2015_ pelos portugueses

A Google revelou quais foram as pesquisas mais efectuadas pelos portugueses ao longo de 2015. Acreditam que está lá «como ser feliz»!

Para ajudar a esta minha perplexidade gostaria de saber se as pessoas que tentaram esta pesquisa têm facebook. Na volta são pessoas com imensos amigos e que colocam fotos de meter inveja a todos.

Isto é mesmo muito triste. 

Sabem porque deixei de ter facebook? Porque as pessoas deixaram de me ligar para falarem comigo. Porque aquelas que eu considerava minhas amigas deixaram de me telefonar no dia de aniversário. Porque as pessoas acham que sabem tudo da vida dos outros pelo que elas «postam» no facebook. Porque a proximidade com as pessoas começou a ser reduzida ao mínimo. E, mais do que tudo, porque achei que as minhas amigas mentiam no facebook. Dizem coisas que não são verdade para parecer bonito e para criar um certa inveja nos outros. Desculpem, isso não é amizade!!!

Por isso, o meu desejo para 2016 é que as pessoas levantem o rabo e procurem/façam amigos verdadeiros e não se escondam atrás do PC.

 

Bem haja a todos.

Beijos

publicado às 14:27

Foi há 6 meses!!!

Foi há mais ou menos 6 meses que o meu marido lançou a ideia (aterradora, do meu ponto de vista) de poder concorrer a uma vaga de emprego nos EUA (através da empresa multinacional onde trabalha). Na altura pensei..... oh! ele não vai com isso para a frente! Isso implicaria que ele estivesse muito longe de todos. 

Afinal de contas a ideia dele era outra. Implicaria que todos nós fossemos com ele. Para mim implicaria deixar o meu trtabalho, o meu filho mais velho deixar a escola, e o mais novo deixar o mimo dos avós.... não gostei da ideia. Pensei muito antes de lhe comunicar mas decidi:

- Nós não vamos! Iremos ver-nos nas férias, no Natal, na Páscoa e com sorte em outras alturas do ano. Depois, por razões que agora não interessa nada, a coisa não se concretizou.

Passadas algumas semanas, senão mesmo dias, surge outra «bomba« em casa. 

 - Elsa, surgiu outra oportunidade de emprego dentro da empresa. Agora só iremos estar separados por 300 Km.

Estive dias sem lhe falar do assunto. Faziamos a nossa vida normal e esse passou a ser um assunto tabu. Foi passando sempre às fases seguintes do procedimento concursal e, mesmo eu tivesse orgulho nele e no seu percurso, queria que aquilo desse para o «torto». O sucesso dele profissional implicaria que estivessemos separados durante a semana e só nos vissemos, tal como muitas outras familias, ao fim de semana.

Resumindo: foi o candidato escolhido e tinhamos que tomar a decisão dali a três dias. Na véspera, perto das 21h começamos a falar sobre o assunto e tomamos a decisão. Ele iria para uma casa alugada e nós ficariamos na nossa casa. Foi tudo muito rápido e os meninos não poderiam sentir em demasia a ausência do pai. Isso não poderia influenciar, em nada, a vida tão pacata dos miúdos até esse momento.

Tive que me adaptar a fazer a minha vida sozinha e tomar conta de dois meninos. Foi difícil.... é difícil, mas prometo que, pelo bem estar dos meus filhos e pelo sucesso do meu casamento, hei-de conseguir!!!!

Beijos a todos

 

publicado às 13:58

Sobre mim!!!!

Olá a todos. A minha entrada na blogosfera não foi programada. Aconteceu um pouco a medo. Não gosto da exposição que isto poderia trazer para a minha familia, sendo que o marido é contra tudo o que esteja relacionado com mostrar a cara dos nossos filhos. Por isso mesmo aqui estou a tentar cumprir com uma série de regras que impus a mim mesma e poder dar um novo rumo à minha vida.

Sim, quero mudar de vida. Queria ser mãe a tempo inteiro!!!! Ou então queria ser dona e senhora do meu negócio e acima de tudo fazer uma coisa que goste.

Tenho uma licenciatura em Eng. Ambiente e sempre tive a sorte de poder exercer a minha profissão nesta área. De há uns tempos para cá, e em algo que eu não controlo, deixei de gostar de fazer as coisas e a sentir-me bem no meu trabalho. E, pior do que isso, deixei de me levantar com a mesma vontade que o fazia há já muito tempo. Isso fez-me pensar nos objectivos de vida que sempre tive. E de facto nada estava a ser como eu havia sempre pensado e lutado.

A valorização profissional não surge mesmo sabendo que somos boas naquilo que fazemos. A valorização profissional não surge mesmo sabendo que cumprimos com tudo aquilo que achamos ser correto e perfeito.

Existe algo que me prende a este mundo profissional mas isso já não me faz feliz. Já todos sabem mas nada acontece. Já fiz saber a meio mundo o que deveria ser feito mas ninguém me ouve. Tenho a sorte de estar bem sustentada emocionalmente e de isso não me afectar psicologicamente como pode afetar a muitos. Tenho a sorte de amar de mais a minha família para trazer esses problemas para casa. Foi difícil mas consegui!

Neste momento só quero encontrar o meu rumo, e que dessa forma as minhas necessidades sejam satisfeitas.

Tenho dois filhos, na minha opinião muito bonitos, e gostava muito de voltar a engravidar e tentar a menina. Neste dois anos próximos será muito dificil pois o meu marido foi viver para longe de nós, mas espero que seja a nossa prenda quando ele regressar. O filho mais velho diz que quer ter mais dois manos e que estes cabem bem no quarto dele. Adora ter sempre a casa cheia mesmo que isso implique que não lhe demos muita atenção/miminho. O outro tem dois anos e, por vontade dele, nem o pai me tocava nem dava beijos quando regressa a casa.... ciumento que eu sei lá srsrsrsrrs!!!!

Posto isto, e como já me conhecem mais um bocadinho, espero ganhar desse lado mais força e vontade para poder assumir de uma vez aquilo que quero e que sei fazer.

Bora lá que amanhã pode ser tarde de mais.

beijos

 

 

 

 

publicado às 13:38

Ser mãe a tempo inteiro!!

Adoraria ser mãe a tempo inteiro. Onde não cumprisse horários mas tivesse que chegar sempre a horas. Onde a minha hora de almoço passa para depois e onde o ordenado é sempre mais valioso. Onde o tempo passado em frente ao espelho para escolher a peça de roupa dá lugar a qualquer combinação que não teve tempo para obter aprovação do mesmo.Não que me tenha esquecido, não que não queira ter uma profissão. Mas é agora que posso ser mãe em full time.

publicado às 11:46

Fim de semana à porta!

Olá :)!

Ultimamente sou muito mais feliz à sexta feira.

Sempre me dei muito bem com os fins de semana. Mais tempo para fazer outras coisas que durante a semana não temos tempo, mais tempo para estar por casa, etc etc.

Nunca fui de dormir até tarde. Sempre considerei um desperdício dormir. Tenho tanta coisa para fazer que dormir me faz mal.

Mas, com dois filhos pequenos que madrugam cedo, isso também não era possível ihihi

Com o marido a chegar para passar o fim de semana o meu dia de sexta ganha mais luz.

Noutro post conto mais sobre a minha vida.

Até já, 

Beijos

publicado às 15:33

Fiquem a seber

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D